4 Dicas para passar em concurso público

passarconcursosCom a crescente crise econômica do país, e as empresas demitindo em massa, muitas pessoas estão começando a pensar em entrar no funcionalismo público. Apesar de toda corrupção que envolve alguns setores, existem muitos profissionais exemplares dentro da carreira pública.

O principal motivo da busca por colocação como funcionário público, é a estabilidade. Ou seja, em uma empresa pública após um determinado tempo, o empregado não pode ser demitido sumariamente. Porém, como a busca é muito grande a concorrência é acirrada, e é preciso estar bem preparado para conseguir estar entre os primeiros colocados de um concurso importante, já que as vagas são preenchidas de acordo com a colocação de cada concorrente.

Existem muitas pessoas que largam tudo, emprego, estudos, para se dedicarem apenas ao estudo para consursos públicos, são os chamados concurseiros, e às vezes chegam a ficar anos sem conseguir entrar em determinados certames. Mesmo com todo esse esforço e privações que passam, quando conseguem entrar em um concurso considerado “top”, vale toda a pena, devido a recompensa pelo esforço e por poder contar com um novo emprego, completamente estável e de bom salário.

Como existem concursos muito concorridos, principalmente na esfera Federal, é bom ter uma arsenal de preparação diferenciado, para sair na frente da concorrência.

4 dicas matadoras para ser admitido em concursos públicos

Para ajudar você que está tentando entrar para o funcionalismo público, veja abaixo 4 dicas que separamos para se preparar melhor para passar em um concurso público.

1 – Escolha do concurso

Pense que o concurso que passar será seu emprego, um local que estará todos os dias, então é preciso ser um trabalho que você goste de executar ou, na pior das hipóteses, queira aprender. Por isso escolher um concurso apenas pelo valor do salário, pode não ser efetivo a longo prazo.

2 – Análise da concorrência

Sempre dê uma olhada na relação candidato X vaga do concurso anterior. Isso é bom para ter uma noção do peso da concorrência e o quanto terá que se dedicar nos estudos. Veja a relação dos concursados que foram aprovados e o valor das notas que tiraram nas provas, assim terá um parâmetro da nota que precisaria tirar em um novo certame.

3 – Planejamento de estudos

Depois de escolhido o concurso, é preciso reunir todo o material relativo e traçar um plano de estudos. É importante estudar todos os dias, nem que for por um período de tempo curto, o cérebro costuma ficar acostumado com ações rotineiras, assim conforme for estudando ficará cada vez mais fácil de assimilar o conteúdo e não cansar muito com a rotina.

4 – Fazer um curso preparatório

Deixei esse item por último, pois muitas pessoas não conseguem estudar sozinhas, e nada como contar com a ajuda de alguém que já passou em vários concursos e que hoje trabalha em um ótimo cargo público. Estou falando do Kalebe Dionísio, que é Oficial de Justiça Avaliador Federal, e que criou um curso exclusivo ensinando como passar facilmente em concursos públicos.

5 – Dicas Extras

Você pode conferir mais algumas dicas interessantes no vídeo abaixo:

É possível controlar diabetes sem medicamento?

A diabetes é uma doença que atinge milhões de pessoas pelo mundo a fora e no Brasil infelizmente cresce a cada dia o número de pessoas sofrendo com esta doença terrível, existem casos em que as pessoas já nascem com o problema e outros nos quais a doença é adquirida devido a maus hábitos das pessoas como alimentação ruim aliado a uma vida sedentária.

como controlar a diabetes

Existem diversos tipos de diabetes, mas 4 delas são as mais conhecidas:

Diabetes Tipo 1

É quando a pessoa já nasce com a doença, ou seja, é um problema genético. Isto não significa que a pessoa já vai ter problemas com a doença desde cedo, porque embora nasça com a doença, ela pode demorar a aparecer ou se manifestar, ou seja, pode surgir em qualquer idade.

Este é o tipo mais grave de diabetes e pessoas que tem diabetes tipo 1 sofrem muito porque ficam dependente de insulina e outros medicamentos pela vida toda.

Diabetes Tipo 2

É um tipo mais leve da doença, aqui o problema não é genético, a doença é adquirida após alguns anos de maus hábitos de alimentação e sedentarismo, pessoas que abusam na comida comendo muitas coisas gordurosas, doces e todo tipo de porcaria podem vir a desenvolver o tipo 2.

Embora não seja tão grave como o primeiro tipo, ainda assim a doença gera um impacto negativos significante na vida dos portadores, também precisam tomar bastante medicamento e sempre estar controlando o nível de glicemia no organismo.

O vídeo abaixo explica as principais diferenças entre o Tipo 1 e Tipo 2:

Pré-diabetes

Este é o caso mais simples da doença e não chega a ser doença em si pois como o próprio nome diz é uma pré, ou seja, mostra que a pessoa está com uma pré-disposição a ter diabetes, provavelmente devido ao seu comportamento com alimentação, etc.

É facilmente revertido se for tratado cedo e houver mudança de hábito para uma vida mais saudável.

Diabetes Gestacional

Ocorre em algumas mulheres durante a gravidez, a doença pode persistir ou não depois da gravidez e ainda não se sabe ao certo o motivo da ocorrência.

É possível tratar diabetes sem remédios?

Bom, chegamos a pergunta que está no título do artigo..Afinal, quem sofre de qualquer um dos tipos de diabetes tem que ficar dependente de remédios a vida inteira ou existe algum tipo de tratamento natural?

Tudo depende do tipo da doença, no caso do Tipo 2, Pré-diabetes e Diabetes Gestacional é possível tratar 100% de forma natural sem precisar de qualquer tipo de medicamento como explicado no método diabetes controlada do Dr Rocha.

Agora no caso do Tipo 1, isto não é possível, você até consegue diminuir a quantidade de medicamentos seguindo o tratamento citado acima, mas ainda assim ainda vai ter que tomar alguns remédios, porém sua qualidade de vida e custo com medicamentos vai cair muito ao usar o método do Dr Rocha.